Após confirmação de fraude no último concurso da Assembleia Legislativa do Maranhão, uma nova banca organizadora deve ser contratada.

A Mesa diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão rescindiu o contrato com a Fundação Centro Estadual de Estatística, Pesquisa e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (CEPERJ), após confirmação de fraude no último concurso da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Com base na recomendação do Ministério Público, o presidente da ALEMA, deputado Othelino Neto (PCdoB), informou nas redes sociais na tarde desta sexta (22 /07) que, para garantir a manutenção de todas as inscrições deferidas no último concurso público, foi determinada a contratação de uma nova banca organizadora.

“Reafirmamos nosso compromisso com a transparência e isonomia na condução do concurso da Assembleia Legislativa, a fim de selecionar os candidatos mais capacitados para integrar o quadro de pessoal deste Poder”, afirmou Othelino.

A Resolução Administrativa 594/2022 está publicada no Diário Oficial desta sexta-feira, disponível no site www.al.ma.leg.br.