Mical Damasceno questionou o ato realizado pelo Judiciário.

 A deputada estadual do Partido Social Democrático, Mical Damasceno, utilizou sua conta oficial no instagram para criticar o Tribunal Regional do Trabalho da Oitava Região, de Belém – PA. No dia 28 de junho, o Tribunal homenageou o dia Orgulho LGBTQIA+.

A deputada questiona o ato realizado pelo juiz do trabalho Otávio Bruno da Silva Ferreira, integrante o grupo de trabalho da Diversidade do TRT-8, que, durante o Hino Nacional Brasileiro, hasteou uma bandeira do movimento LGBTQIA+, – a bandeira do Brasil também foi hasteada no momento.

Segundo Mical, a ação afronta os princípios da sociedade brasileira.

 “Até quando os nossos princípios serão colocados à prova? O Tribunal Regional do Trabalho da Oitava Região, em Belém-PA, fez o hasteamento da bandeira do Movimento LGBT ao som do Hino Nacional (…)”, disse.

A parlamentar pediu a opnião dos seguidores sobre o caso e pontuou que “(…) o Judiciário está cheio de militantes travestidos de funcionários públicos. Me conta aqui o que você acha sobre isso”.